• "Dando seguimento à metáfora que serve de elemento aglutinador às diversificadas áreas de negócio do Grupo, revisitámos o conceito de orquestra, dando agora ênfase àquilo o que é o resultado da sua performence: o som."

Conselho de Administração

Descontados os estados de alma que nos humanizam, somos habitualmente mais estimulados pela reflexão pragmática no que respeita ao prosseguimento das operações empresariais. Como evoluir? O que fazer a seguir? Que projeto escolher? Como motivar? São questões que obrigatoriamente nos ocorrem repetidas vezes. A estas questões está subjacente outra fundamental: o que é que uma organização empresarial deve fazer para alcançar o sucesso?


Ora bem, a única coisa com que não se pode contar é com a sorte. Se ela vier que venha, mas trata-se de um acaso fortuito que não podemos incorporar na modelização da nossa visão do futuro e da decisão. Geralmente o sucesso advém da conjugação de alguns fatores como a definição precisa de objetivos, o entendimento claro do ambiente económico no qual interagimos, quer seja internamente, quer em países exteriores, e a motivação das pessoas que connosco trabalham. Após a implementação da estratégia definida são decisivas a determinação, a persistência e a resiliência face às adversidades, pois elas são sempre muitas.


Grande número projetos nos é apresentado. Digamos que quase diariamente se nos apresentam várias ofertas de atividades muito diversas, pois é conhecida a vocação do Grupo Madre para se interessar por atividades diferenciadas e que constituam oportunidades de evoluir e abordar novos desafios. Nem sempre são decisões fáceis e nunca isentas de risco, pois quem decide convive de perto com o erro e quando se escolhe perde-se, geralmente, a alternativa.


A propósito, penso agora no novo e último projeto que integra o Grupo Madre e que é tema de notícia neste número da nossa revista. Trata-se da ENGIMIZE, conceito que me foi apresentado pela Eng.ª Margarida Santos e por dois colegas, Eng.os Nuno Coutinho e André Coutinho, e que pelas suas caraterísticas se agrupou na cadeia de valor da SIMI. É vocacionado fundamentalmente para explorar mercados exteriores, complementando a própria vocação da SIMI e incorporando a oferta de projetos alternativos no segmento das energias renováveis, nomeadamente na solar.


A nova sociedade está sedeada na Incubadora de Empresas da Universidade de Aveiro, polo de desenvolvimento tecnológico com reconhecidos méritos no apoio e desenvol vi - mento de start ups. Todavia, neste projeto acreditamos principalmente na vontade que os promotores têm para conseguirem concretizar os seus objetivos empresariais alicerçados em conhecimentos técnicos evidenciados em anteriores realizações, o que os motivou a, em conjunto connosco, evoluírem para uma nova iniciativa empresarial.
A este novo empreendimento deixo o meu incentivo e a disponibilidade de Grupo Madre para apoiar mais esta atividade. Vai correr bem, até porque alguns dos quadros que integram esta empresa já estiveram connosco noutras iniciativas e conhecem a cultura de rigor e exigência necessária para se alcançar a imprescindível vantagem competitiva inerente ao Sucesso. Sem mais delongas, espera-nos agora o Trabalho!

 

António Parente

Contacto submetido!

Irá receber na sua caixa de email uma cópia do seu contacto e a nossa resposta tão breve quanto possível